Home

Central de Atendimento

De segunda à sexta das 07:00 às 18:00 hs

(11) 5031-8484

 

 O Summer Deaflympics, Surdolimpíadas de Verão em tradução livre para português, é a versão dos jogos olímpicos de verão exclusivos para competidores com deficiência auditiva (perda bilateral a partir de 55dB). Esse evento, organizado pelo International Committee of Sports for the Deaf (ICSD), acontece a cada 4 anos e irá ter sua vigésima terceira edição em 2017.

A CBDS pretende levar a esse grandioso evento a Delegação Surdolímpica Brasileira composta por aproximadamente 230 pessoas, para competir em 16 modalidades esportivas, será a 7ª vez que o Brasil vai participar deste evento esportivo. Para isso, necessita de colaboração financeira de pessoas físicas e jurídicas, pois seus recursos próprios são insuficientes. As despesas para a Delegação completa ultrapassam 2 Milhões de Reais.

Aqui você encontra as informações para acompanhar o planejamento, preparação e captação de recursos necessários para a participação da Delegação Surdolímpica Brasileira no Deaflympics 2017

O Deaflympics, Surdolimpíadas em tradução livre, é um evento multidesportivo internacional, organizado pelo ICSD – Comitê Internacional de Desportos de Surdos.

Inicialmente, eram chamados de “Jogos Internacionais Silenciosos” no período de 1924 a 1965. De 1966 a 1999 tiveram outra nomenclatura, “Jogos Mundiais Silenciosos”. Desde 2000, adota-se o nome Surdolimpíadas.

A 1ª Surdolimpíadas de Verão foi realizada em 1924, em Paris (França). Nesta época, havia 145 atletas de nove países europeus que participam nas 7 modalidades: atletismo, ciclismo, saltos ornamentais, futebol, tiro, natação e tênis. Já a 1a Surdolimpíadas de Inverno foi realizado em Seefeld (Áustria), em 1949, com 33 atletas de cinco países.

O número de participantes nas Surdolimpíadas de Verão e de Inverno vem aumentado rapidamente, nas últimas edições. Em 2013, 2.711 surdoatletas de 83 países participaram do 22o Summer Deaflympics (Verão), em Sofia, na Bulgária. E, em 2015, 336 surdoatletas de 27 países participaram do 17o Winter Deaflympics (Inverno) em Khanty-Mansiysk, na Rússia.

O IOC – Comitê Olímpico Internacional reconhece o ICSD desde 1955, como entidade máxima desportiva internacional para surdos. A nível internacional, o IOC confirma que o ICSD detém um status independente por não fazer parte do IPC – Comitê Paralímpico Internacional. Esta independência foi procurada e aceita por todas as partes envolvidas (IOC, IPC e ICSD), no início de 1996, tendo em conta a natureza específica da deficiência auditiva.

Portanto, observa-se que o IPC e o ICSD são organizações independentes, reconhecidas pelo IOC. Um Memorando de Entendimento (MoU) entre o IOC e o ICSD foi assinado em 08 de março de 2016, em Lausanne, Suiça (Fonte: http://goo.gl/zUSHcL).

O referido MoU tem como objetivo principal fortalecer as relações com organizações de gestão desportiva para pessoas surdas, com vista à exploração de sinergias em todas possíveis áreas, incluindo assistência técnica, ações de comunicação e promoção de eventos.

Link oficial do Deaflympics: www.deaflympics.com

Convênios

  • ABET
  • AFRESP
  • ALLIANZ
  • AMIL
  • CET
  • CABESP
  • CARE PLUS
  • CASSI
  • GAMA - SAÚDE CAIXA
  • MAPFRE
  • MARITIMA
  • MEDISERVICE
  • NOTRE DAME - INTERMEDICA
  • PORTO SEGURO
  • POSTAL SAUDE
  • SABESPREV
  • SAUDE CLASS
  • SUL AMERICA